Sábado, 24 de Março de 2007

QUE SE PRODUZ EM AGRICULTURA EM PORTUGAL.

Os agricultores deste País dizem não compreender as medidas do MINISTRO da AGRICULTURA sobre as terras de regadios que se encontram abandonádas.

Mais dizem que deixaram as mesmas ao abandono devido ao SUBSIDIO que teem recebido por não terem PRODUZIDO e que se as medidas do MINISTRO forem para a frente mais terras ficarão abandonádas, que pouco ou nada se produziu .

Que o GOVERNO dá mais privilégios ás terras junto ao ALQUEVA e perguntam aonde está os incentinos á interioridade.

Desde a chamáda REFORMA ÁGRARIA que se tem desleixádo os agricultores de produzir algo na mira de receberem os chamádos subsidios para não produzir conforme directivas de BRUXELAS.

Estamos como sabemos debaixo de ordens de BRUXELAS , só se produz o que eles indicarem , cortam-nos tudo o que seja para nossa subsistência, como desejam para o TOMÁTE, mas agora estamos preocupádos com as TERRAS ABANDONÁDAS.

Cortam-nos em tudo , não se construiu as barragens necessárias para termos água em abundancia para um futuro , estamos ameaçádos com o aumento do preço da água , estamos empenhádos com o que devemos ao ESTRANGEIRO e continuamos a chorar por SUBSIDIOS em vez de nos agarrar á TERRA.

Bem fazem os GESTORES das EMPRESAS MUNICIPAIS que ganham os BELOS VENCIMENTOS com as regalias de cartões de crédito e com as regalias  inerentes a outros lugares, conforme hoje a empresa diária o diz .

Não á dúvida que CONTINUAMOS num REGABOFE neste PORTUGAL

sinto-me:
música: SOL E DÓ
publicado por touaqui42 às 18:34
link do post | comentar | favorito
|
17 comentários:
De Jofre Alves a 25 de Março de 2007 às 16:49
Andei fugido devido a muitos afazeres, pois tive que preparar e pronunciar uma palestra e estruturar e fazer uma exposição de fotografias antigas, o que me consumiu muito tempo e impediu de visitar os amigos.

Volto às lides e às visitas, com apreço e estima, e neste caso particular com total satisfação a grande prazer em percorrer esta excelente página. Boa semana.
De Zé (do beco) a 26 de Março de 2007 às 03:04
Tem razão o velho ditado popular de que quem não chora não mama e neste caso, acho que muitos agricultores de tanto chorarem já acabaram com a mama. Não se compreende que se passe a vida a reclamar com falta de água e depois, quando se tem regadio, se deixe a terra por cultivar.
A seguir ao 25 de Abril, muitos agricultores pensavam que os comunistas lhes queriam ficar com as terras e agora têm as terras abandonadas. A Rua do Beco é uma rua onde comprei uma pequena (mesmo muito pequena) casa de aldeia, a 35 quilómetros de Lisboa. Há por lá tanta terra abandonada que as vinhas quase se perdem no meio das ervas e só dois ou três vizinhos é que dedicam as horas vagas (depois de saírem do emprego) para cultivarem alguma coisa. Para eles a agricultura é rentável mas para os grandes proprietários, habituados a viverem à custa dos subsídios, acham que não vale a pena semear. Assim nunca mais somos competitivos e os espanhóis agradecem.
O Verão passado nunca apareceu no mercado feijão verde por menos de 3€ (600$). A semana passada comprei feijão verde de Marrocos a 99 cêntimos. Será que os marroquinos têm mais água que os portugueses? Acho que não. O que eles não têm é subsídios e têm de vergar a mola se querem comer.
Nesta época do ano compra-se uva de mesa (Red Glob) da Argentina, mais barata do que a uva portuguesa no Verão. Então onde é que estão os portugueses empreendedores que fazem fortuna na Venezuela e na África do Sul? Ou é porque aqui não há mão-de-obra escrava?
De touaqui42 a 26 de Março de 2007 às 11:54
Na certa muitos pensavam como aqueles, que devido á cota do leite que BRUXELAS dizia ser para produzir, venderam as suas vacas a tuta e meia para receber os tais subsidios, que ao fim e ao cabo não duram sempre.
Mas como trabalhar faz bem á saude , ninguém se dispõe a fazê-lo, preferem andar doentes encostádos a uma esquina, sempre recebem os subsidios.
È tudo uma treta esta nossa AGRICULTURA, quem se enche afinal com os tais SUBSIDIOS que veem de BRUXELAS ?.
De Bernardo Moura a 26 de Março de 2007 às 11:38
E que regabofe.
É muito triste a forma com este país está a caminhar.
Abraço
De touaqui42 a 26 de Março de 2007 às 11:57
Está caminhando mesmo para um buraco enorme de aproveitamento na geral sobre os chamádos subsidios.
Temos a AGRICULTURA que PORTUGAL merece .
Só se sabe chorar sobre o leite derramádo.
De guiga a 26 de Março de 2007 às 11:55
Realmente, a vida não está fácil para os agricultores. Os produtos que vêm de fora batem-nos em preços, deixando os produtos sem poder de escoamento dos seus produtos.
Mas, começa a aparecer novamente a vontade de comer produto da terra, sem quaisquer químicos. A agricultura biológica é cada vez mais uma moda. Não seria uma oportunidade para esses agricultores recuperarem a sua vida?

Quanto aos salários municipais, admira-me que apenas agora tenham chegado a essa conclusão. Só não via quem não queria!

*.*
De touaqui42 a 26 de Março de 2007 às 12:06
Batem-nos nos preços , mas existe um total aproveitamento de quem os vende , não se compreende que uma fruta que está num dia a 36 centimos no outro dia esteja a 69 centimos o kilo , o que dá na ideia de um aproveitamento de preços.
Produtos biológicos , sim talvez seja uma opção , para quem deseja comer algo sem quimicos , mas que de momento em PORTUGAL ainda se encontra cara.
Assiste-se a terrenos de agriculturas , com boas terras para uma agricultura decente , que de um momento para o outro constroi-se no mesmo.
Uma questão de BETÃO claro .
Quando aos vencimentos dos GESTORES das EMPRESAS MUNICIPAIS , tem razão , só quem não quer é que não vê.
Já tenho os dvds da guerra das estrelas, dvds que o meu filho que se encontra na ericeira mos gravou e só necessito de saber se os quer que envie e para aonde.
E em vez de me enviar envia directamente para si.
Aliás ele tem um site , www.aeimagem.com.
De rules a 27 de Março de 2007 às 14:43
ALQUEVA FOR GOLG FIELDS, Á pois È... TUDO DE BOM :)
De touaqui42 a 27 de Março de 2007 às 21:34
Á pois Alqueva , ALLGARVE na mistura.
De padeiradealjubarrota a 28 de Março de 2007 às 02:48
Há uns tempos visitei uma pousada no Algarve, onde os 'sumos de laranja' eram de garrafa! Penso que está tudo dito.
De touaqui42 a 28 de Março de 2007 às 13:42
Pois sim sumos de garrafa , quando o ALLGARVE tem latanja a dar com o pau.
Realmente teem razão para querer chamar os TURISTAs , já que os nacionais reparam nesses pormenores..
De Savonarola a 28 de Março de 2007 às 19:50
Os subsídios de Bruxelas para a agricultura têm servido, sobretudo, para desmantelar a nossa produção agrícola. E isto, porquê? Na minha perspectiva anarquista, tem a ver com a necessidade que a UE tem de controlar os preços da produção agrícola, dentro do sistema capitalista global, ou seja, seguindo as leis do mercado. Tudo o resto, como melhorias da qualidade da produção, etc. , etc. , são desculpas esfarrapadas para enganar o povo! É o que é!
De _estrelinha_ a 28 de Março de 2007 às 21:35
peço desculpa pela minha ausencia ,as estou de volta para visitar este belo cantinho e desejar uma bela semana...
beijinhos

o final online espero k gostes XXX
De Barão da Tróia a 29 de Março de 2007 às 14:20
Ainda o Alqueva ia a meio do processo de enchimento, já os canais de irrigação do lado espanhol estavam a funcionar, por cá o canal principal ainda está em obras. Boa semana.
De touaqui42 a 29 de Março de 2007 às 19:42
E está tudo dito na questão do ALQUEVA. UM PRODUTO PORTUGUÊS.
E ainda falam nos produtos biológicos.
Devem estar gozando com o zé português.
BFS
De Andesman a 30 de Março de 2007 às 14:28
Mas ainda faz sentido falar de agricultura em Portugal? Antes do 25 não existiam subsídios e cultivava-se como forma de sobrevivência. Depois do 25 disse-se que para melhorar a produção e a vida dos agricultores era preciso fazer a Reforma Agrária. Implementou-se a Reforma Agrária, cuparam-se e distribuiram-se terras. Criticou-se a Reforma Agrária por todos os males da agricultura, pela ocupação das terras, pela colectivização que não funcionava. Acabou-se com a Reforma Agrária, devolveram-se as terras aos antigos proprietários, e chegamos a este estado em que já nem alternativas se inventam. Tudo de bom

Comentar post

.mais sobre mim

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.Blogs Amigos






Contador de visitas grátis

.arquivos

. Agosto 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.posts recentes

. ERA O QUE MAIS ME FALTAVA

. TRISTEZAS NÃO PAGAM DIVID...

. MAIS UNS TROCOS PARA A PI...

. CUSTE O QUE CUSTAR

. PODEMOS CONHECER A VERDAD...

. TEIMOSIA ARROGANTE E DITO...

. ...

. ...

. QUE PENSARÁ O CIDADÃO COM...

. FAÇAM FÉRIAS CÁ DENTRO

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds