Sexta-feira, 9 de Maio de 2008

O ESTADO DA NAÇÃO

Simplizmente deliriante o DEBATE desta quinta feira.

 

Mas HOJE ao ler uma CRÓNICA "TEMPOS DE CRISE" Calcanhar de Aquiles de João Marques dos Santos, não deixei de pensar que seria apropriádo para colocar num POST este ESTADO da NAÇÃO, já que era meu pensamento por outras palavras fazer um POST.

 

Assim passo a citar TEMPOS DE CRISE.

 

 

09 Maio 2008 - 09h00
 

O Calcanhar de Aquiles

Tempos de crise

O Benfica está como o PSD. Sem ponta por onde se lhe pegue. Sem soluções, sem imaginação, sem salvadores. Vive em circuito fechado.

 

1. Ontem o Governo enfrentou, mais uma vez, uma moção de censura na AR. Simbolicamente. Com enfado, e contida sobranceria. Neste particular Sócrates dorme descansado. Sabe que terá sempre garantida a preciosa colaboração dos deputados do PSD e do CDS, que, nestes momentos, são mais fiéis do que os do seu próprio partido.  

O centro-direita e a direita criticam o Governo todos os dias, mas não acreditam nas suas próprias criticas e, na hora da verdade, deixam de ver razões para o criticar. E, para que se não perca tudo, são, afinal, a única vítima da censura. Os que não dizem que sim nem que não. Mirones puros. Que estão ali por engano, não sabem nada de nada e, como bons Portuguesinhos, não querem que os comprometam. Pensam só na sua própria sobrevivência.

Este tipo de mecanismos constitucionais suscita a questão da eficácia da censura abstracta, ou seja, daquela, que antecipadamente se sabe que nenhuns efeitos reais pode produzir fora dos muros do hemiciclo. O PCP não desiste na esperança evangélica de que um milagre aconteça e alguma coisa se salve. Mantém a coerência e esgota os seus poderes constitucionais. Mas não deixa de ser o organizador da mistificação e um dos parceiros da farsa, que, afinal, reforça o Governo. A coerência não obriga a tanto.

2. Crise é a palavra-chave. O Estado está em crise. Os partidos políticos estão em crise. As teorias liberais e ultraliberais estão em crise. O comunismo idem aspas. A fé nas virtualidades dos mercados acabou. Todos os valores morais, individuais ou colectivos estão em crise. A família é alvo das mais inesperadas agressões e todos os tabus sexuais anseiam pela ‘libertação’. A vontade de defender valores individuais e universais está, também, em crise e os ‘iluminados’ chamam-lhe pejorativamente conservadorismo. A coragem de denunciar e resistir parece ter desaparecido. Só os corruptos, especuladores, pedófilos, violadores e criminosos em geral não estão em crise.

A Áustria e o seu repelente ‘pai-avô, abusador, sequestrador’ são apenas um exemplo das monstruosidades que esta crise de valores promete gerar. E que muito boa gente muito bem-pensante, com o seu laxismo e as suas fantásticas teses sociais, ajuda a que proliferem. No campo da política e da economia travam-se batalhas de vida e e de morte mas, no campo dos valores, assiste-se, cada vez mais, a uma contemporização doentia e destruidora. Por uma razão muito simples. Porque a dignidade e o culto dos valores não geram lucros. Ninguém enriquece pregando-os. E, por isso, os políticos não perdem tempo com tais minudências. Deixam isso para nós próprios e para algumas igrejas, que muito eloquentemente, depois, perseguem quando lhes saem ao caminho. O laicismo do estado, mal entendido, tende perigosamente a confundir-se com o mais criminoso laxismo ao nível dos valores. E aqui, mais uma vez, só a nossa reserva interior nos salvará.

3. O Benfica está como o PSD. Sem ponta por onde se lhe pegue. Sem soluções, sem imaginação, sem salvadores. Vive em circuito fechado. Em desespero, também ele teve de ir remexer o baú das recordações e não conseguiu tirar de lá melhor do que o ‘promissor’ Ericksson. Também pelos lados da Luz o tempo insiste em andar para trás. Futebol e política. Tão diferentes e tão iguais.

João Marques dos Santos, Advogado

 

sinto-me:
música: SOL e DÒ
publicado por touaqui42 às 19:53
link do post | favorito
De jts a 15 de Maio de 2008 às 18:26
"TOUAQUI42", é um blog, que se não estou em erro, já espreitei algumas vezes e com agrado. Mas, ao deparar com este seu último trabalho, Oh Doutor João... tenho que lhe bater palmas, pelo modo e arte com que explicita as situações que todo o mundo conhece e que ninguém por medo ou omissão, receia comentar.
É claríssimo como água, que estamos a atravessar uma das maiores crises económicas de sempre. E quem são os culpados?
Aqueles, que como eu, foram obrigados a combater o povo inocente das antigas colónias portuguesas de África? Para defender o grande capital?
Os grandes fazendeiros?
Quando chegou a madrugada do 25 de Abril, houve grandes quantidades de portugueses, que aderiram à revolução, não por convicção, mas por medo. Trinta e quatro anos depois, quem é que se governa com a liberdade conquistada em Abril?
Os espoliados? Os desempregados? Os famintos e miseráveis?
Não amigo Dr. João...quem se governa nesta pseudo democracia, são nem mais nem menos, que aqueles que no passado lutaram ao lado da ditadura. Cresceram à sua sombra e ainda continuam a utilizar a liberdade para fazer deste país, cada vez mais uma nação de fome e miséria.
Está a chegar a hora de rebentar outra revolução, não de cravos, mas de verdade.
Uma revolução, onde quem trabalha, possa usufruir de direitos que hoje não tem.
Só tenho pena, de ter 70 anos. Perdi em África uma boa parte da minha juventude, para servir quem me derrotou.
Um grande abraço, meu amigo. Espero poder vê-lo a continuar a defender quem mais precisa.
Teixeira da Silva.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



.mais sobre mim

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.arquivos

. Agosto 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Abril 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.posts recentes

. ERA O QUE MAIS ME FALTAVA

. TRISTEZAS NÃO PAGAM DIVID...

. MAIS UNS TROCOS PARA A PI...

. CUSTE O QUE CUSTAR

. PODEMOS CONHECER A VERDAD...

. TEIMOSIA ARROGANTE E DITO...

. ...

. ...

. QUE PENSARÁ O CIDADÃO COM...

. FAÇAM FÉRIAS CÁ DENTRO

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds